segunda-feira, 1 de Setembro de 2014

dos desmames

sem chuchas e sem fraldas, temos cada vez menos um bebé lá em casa. a única coisa que falta "desmamar" é o adormecer sozinho no quarto. isto dos desmames tem que ser por degraus, bem sabemos... um de cada vez... este vai ser o próximo, mas avizinha-se muito complicado. não há maneira de conseguirmos convencê-lo a ficar sozinho, mesmo com luzinhas e estrelas e musiquinha e histórias e canções... 

preciso desesperadamente de ideias e dicas. 
façam o favor de me encher a caixa de comentários.

shantaram


o livro que estou a ler é realmente das coisinhas mais fascinantes que já me passaram pelas mãos e pelos olhinhos. o facto de ser sobre a Índia é, desde logo, cativante e os relatos incríveis da vida naquela país (nomeadamente na cidade de Bombaim) deixa-me ainda mais com a certeza de que, para já, não tenho estômago para viajar até lá. o ritmo da escrita é para lá de incrível... a par das descrições espectaculares dos cenários em que a acção decorre e das personagens, está sempre a acontecer qualquer coisa de extraordinário! quando achamos que vai acalmar... pumbas... lá vem um acidente de táxi, um incêndio na slum, um banquete num arranha céus em construção ou um urso amestrado que precisa de um abraço... mais, os ensinamentos em termos de relações humanas também não foram esquecidos, com uma panóplia de sentimentos a serem descritos de forma ímpar pelo autor. sei que tenho livro até ao Natal (ainda não cheguei a meio. são 900 e tal páginas de letrinha miudinha) e ainda bem porque este é daqueles que me vai deixar órfã durante uns bons tempos (apesar de já ter obras bem boas em lista de espera).
Untitled #27

estou tão out, valha-me Deus

só este fim de semana fiquei a saber que existe uma coisa que dá pelo nome de tinder e que é a modos que uma aplicação para dating e que os solteiros andam todos a fazer swipes e à espera de um you've got a match num raio de x quilómetros... 

havia tanto pra dizer, mas prefiro ouvir-vos a vocês, que dominam estas coisas. contem-me tudo, vá... não me escondam nada...

domingo, 31 de Agosto de 2014

me too, John, me too...


sábado, 30 de Agosto de 2014

♥ home details ♥






sexta-feira, 29 de Agosto de 2014

sou uma mulher de palavra(s)


se algum dia fizer uma tatuagem, tenho apenas certeza de uma coisa: a de que será uma palavra (ou várias). a fonte terá que ser a minha preferida: typewriter. o local, a designar. assim como a(s) palavra(s)...

true


fast food

outra receita super rápida são as almôndegas à minha moda:

- 700 gramas de carne picada (eu normalmente faço com vaca, mas pode fazer-se com frango ou perú ou com uma mistura de vaca e porco)
- 1 pacote de sopa de cebola
- um ovo
- pão ralado q.b.
- salsa ou coentros picados
- pimenta preta q.b. (moída no momento)
- queijo parmesão q.b. (ralado no momento)
- (não é preciso sal, porque tanto a sopa de cebola como o parmesão já são salgados e servem de tempero)

junta-se tudo numa taça grande, até ficar uma massa uniforme, molda-se em bolinhas (dá para cerca de 24 almôndegas) - este preparado também pode ser utilizado para fazer um rolo de carne ou hamburgers - e congela-se ou cozinha-se como mais se gostar (eu costumo fazer "de fricassé", mas podem cozinhar-se estufadas com molho de tomate, ou apenas fritá-las, ficam sempre deliciosas). 

é super fácil e depois de fazerem nunca mais vão querer voltar a comprar almôndegas já preparadas no talho!

de MZ com amor: capolanas


da esquerda para a direita: uma toalha de praia, uns calções e uma saia (se entretanto não mudar de ideias...) e um saco tote se houver sobras

quinta-feira, 28 de Agosto de 2014

(mais) coisas boas


diz que é uma espécie de guacamole - a foto


quarta-feira, 27 de Agosto de 2014

terça-feira, 26 de Agosto de 2014

unconscious calling

há 3 noites que sonho com a casa do Alentejo...

cada vez menos bebé

e pronto... arrumámos com as fraldas de vez, lá em casa. há duas semanas que a fralda da noite amanhecia intacta e sequinha, por isso achámos que era boa altura para o desfralde nocturno e total! e a primeira noite não podia ter corrido melhor!